249 313 927     249 324 515
Logo

Sinagoga de Tomar

Classificada Monumento Nacional desde 29 de Julho de 1921, é o único templo Judaico proto-renascença, existente actualmente no país.

Construída entre 1430 e 1460, é um edifício de planta quadrangular, com 9,50 metros de fundo por 8,25m de largo. A sua altura corresponde à das habitações que a ladeiam, de rés-do-chão e primeiro andar. O tecto é composto por nove abóbodas ligeiramente ogivais, repousando ao centro sobre quatro colunas com capitéis ornados de motivos florais. Em cada um dos ângulos de barro, com a função de regular a sonoridade dos cânticos durante o ofício religioso.

Embora a fachada do templo tenho a feição renascentista, a sua construção é anterior ao século XVI. Sabe-se que o Infante D. Henrique, enquanto governador da Ordem de Cristo no século XV, foi o grande promotor da fixação dos judeus em Tomar, dando-lhes uma rua para aí constituírem o seu bairro e terem a sua sinagoga. Nesse tempo, foi chamada a Rua Nova, nome que era dado às antigas judiarias. Hoje, corresponde à Rua Dr. Joaquim Jacinto.
Recentemente, foi formada em Tomar a Associação dos amigos da Sinagoga de Tomar, que tem por objectivos preservar a identidade original religiosa e cultural da mesma e restaurar os bens culturais que lhe estão associados.

A Sinagoga de Tomar é a casa do Museu Luso-Hebraico Abraão Zacuto, onde as exibições incluem uma vasta selecção de lápides, esculturas em pedra, peças em cerâmica, e outros artefactos que podem descrever os hábitos judaicos. Estes objectos foram doados tanto por particulares, como por instituições judaicas de várias partes do mundo.

Assim, não deixem de a visitar, pois oferece a todos um vislumbre sobre o modo de vida dos judeus e sobre a história da comunidade judaica em Portugal.

Farmácias de Serviço

Farmacias de Serviço

Consulte o seu Número de Eleitor

Copyright © 2017, Junta Freguesia de S. João Baptista e Santa Maria dos Olivais, Desenvolvido por FreSoft